English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Revista : Veja Ed. 2197 De 29 De Dezembro (2010)

08739766826165513803 Download   Revista : Veja Ed. 2197 – 29 de Dezembro (2010)
Sumário:
* Retrospectiva (2010) e Perspectiva (2011)
* O ano em que Lula não queria ver terminar.
* Balanço. O Brasil depois de 8 anos de lulismo.
Estilo: Atualidades
lançamento: 2010
Idioma: Português
Tamanho: 82 Mb
Formato: PDF
Megaupload Download   Revista : Veja Ed. 2197 – 29 de Dezembro (2010) FileServe Download   Revista : Veja Ed. 2197 – 29 de Dezembro (2010) Hotfile Download   Revista : Veja Ed. 2197 – 29 de Dezembro (2010)

Revista Superinteressante – Jan/2010


A DÉCADA DA TRANSFORMAÇÃO
As grandes e pequenas revoluções que mudaram o mundo – e a sua vida – nos últimos 10 anos.
AS PANELINHAS DA CRIATIVIDADE
Ninguém é gênio sozinho. Entenda por que as maiores descobertas da humanidade foram feitas em grupo.
Download
 

  • Tamanho: 24 MB

  • Escolha um Servidor abaixo para fazer o Download:
    DownloadDepositfiles
    DownloadMegaupload

    quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

    Dicas Info Exame - Currículo Certo - Ed.70

    Dicas Info Exame
    Currículo Certo = Bom Emprego

    Salários

    Seus ganhos estão na média do mercado?

    Redes sociais

    5 sites para mostrar seu potencial

    Currículos
    Dicas e modelos para não errar na apresentação

    Idiomas
    Aperfeiçoe seus inglês. De graça!
     
    Download
    11 MB / PDF / PT-BR
    [Rapidshare]
    [Easy-Share]
    [Megaupload]

    terça-feira, 28 de dezembro de 2010

    Vestibular Concorrências - São Paulo

    Cásper Líbero 2010 Vestibular de verão
    Cásper Líbero 2009 Vestibular de verão
    Direito GV 2009 Vestibular de verão
    Direito GV 2008 Vestibular de verão
    ESPM-SP 2008 Vestibular de inverno
    Etecs 2010 Vestibulinho
    Etecs 2008 Vestibular de inverno
    Faap 2009 Vestibular de verão
    Faap 2007 Vestibular de inverno
    Fatecs 2010 Vestibular de verão
    Fatecs 2009 Vestibular de inverno
    FEI 2009 Vestibular de inverno
    FGV-EAESP 2008 Vestibular de verão
    FGV-EESP 2008 Vestibular de verão
    Fuvest/USP 2011 Vestibular de verão
    Fuvest/USP 2010 Vestibular de verão
    IFSP 2010 Vestibular de verão
    IFSP 2009 Vestibular de inverno
    IMT 2009 Vestibular de verão
    Insper-SP 2009 Vestibular de verão
    Insper-SP 2008 Vestibular de inverno
    ITA 2011 Vestibular de verão
    ITA 2010 Vestibular de verão
    Mackenzie 2008 Vestibular de verão
    Mackenzie 2007 Vestibular de inverno
    PUC-SP 2011 Vestibular de verão
    PUC-SP 2010 Vestibular de verão
    UFABC 2009 Vestibular de verão
    UFSCar 2010 Vestibular de verão
    UFSCar 2009 Vestibular de verão
    UFSCar 2009 Curso a distância
    Unesp 2011 Vestibular de verão
    Unesp 2010 Vestibular de inverno
    Unicamp e Famerp 2011 Vestibular de verão
    Unicamp e Famerp 2010 Vestibular de verão
    Unicamp/Famerp 2008 Vestibular para vagas remanescentes
    Unifesp 2010 Vestibular de verão
    Unifesp 2009 Vestibular de verão
    Unifesp - Misto 2011 Sistema universal
    Unifesp - Misto 2011 Sistema de cotas
    Vestibular de verão
    USP 2008 Vestibular de transferências
    USP-remanescentes 2009 Vestibular para vagas remanescentes

    Origens Da Civilização Grega

    Introdução

    No sul da Europa, em uma região de relevo e de litoral cheio de ilhas, desenvolvem-se a grande civilização grega. Uma civilização que nos deixou um vasto legado cultural, nos mais variados campos. Foi dos gregos que herdamos, por exemplo, os conceitos de cidadania e democracia. Neste trabalho falaremos sobre a sociedade grega, sua economia, cultura e religião.
    A Grécia situa-se na península Balcânica, no sul da Europa. É banhada pelos mares mediterrâneo, ao sul, Egeu, a leste, e Jânio, a oeste. Na antigüidade, tinha como limite ao norte uma região denominada Macedônia.
    As três Grécia
    O território da Grécia antiga pode ser dividido em três grandes partes:
    I. Grécia Continental à região ao norte do golfo de Corinto, localizada no interior do continente europeu.
    II. Grécia peninsular à região ao sul do golfo de Corinto, a península do Peloponeso.
    III. Grécia insular à região formada pelas diversas ilhas do mar Egeu e do mar Jânio, destacando-se entre elas a ilha de Creta, a maior de todas.
    Sociedade:
    Palácio de Cnossos.A sociedade cretense era predominantemente urbana. As ruínas encontradas revelam cidades bem planejas, com ruas, calçadas, sarjetas, lojas de comércio e casas luxuosas. Desta cavam-se, entre elas, Cnossos, Faistos, Mália e Tilisso.
    A maior parte da população das cidades dedicava-se ao comércio marítimo ou as oficinas artesanais, vivendo modestamente e trabalhando para sustentar o luxo das classes altas.
    Parece, no entanto, que em Creta a vida das pessoas comuns era melhor que a de outras comunidades da antigüidade. Vários aspectos demonstram isso:
    I. A economia cretense, baseada no artesanato e no comércio, proporcionava grande número de ocupações e mais chance de escolha de trabalho.
    II. Em Creta existem poucos escravos, e eles eram geralmente estrangeiros. A escravidão não foi muito importante para a ida econômica cretense.
    III. A liberdade social das mulheres cretense, liberdade não encontrada em outras regiões do mundo antigo, onde as mulheres eram semi-escravos dos homens. As obras de artes de Creta mostra mulheres passeando pelas ruas, praticando jogo e doenças, ocupando lugar de destaque nos teatros e nos circo. Eles participavam ao lado dos homens, de esportes como touradas ou lutas. Havia ainda as sacerdotisas, mais importantes do que os sacerdotes, que desempenhavam o papel principal nas cerimônias religiosas.
    Economia: (primeiro império comercial marítimo)
    Os cretenses tinham uma economia rica e variada. Praticavam a agricultura, criavam animais e produziam delicadas peças em cerâmica ou metal (cobre, bronze, ouro e prata) nas inúmeras oficinas artesanais.
    Mas foi no comércio marítimo que os cretense mais se destacaram. Através dele, toda produção artesanal era vendida em diversas regiões do mundo antigo, como Egito e Mesopotâmia.
    Creta dominou o comércio nos mares Egeu e Mediterrâneo, criando o primeiro império comercial marítima do qual temos conhecimentos (aproximadamente dois mil anos antes do Fenícios). A esse império dá-se o nome de talassocracia, palavra composta dos termos gregos talassos, que significa mar, e cracia, que significa poder.
    Teatro grego.Cultura e mentalidade: originalidade
    Devido à sua localização, a ilha de Creta funcionava como ponto de encontro entre a Europa e o Oriente Médio. Por isso o povo cretense desempenhou importante papel na assimilação de elementos culturais a antigüidade oriental. Esses elementos depois de transformados e desenvolvidos, foram transmitidos em grande parte para a cultura grega.
    Religião: os cretenses tinham uma religião matriarcal, isto é, adoravam uma deusa e não um deus. A principal divindade era a deusa-mãe, considerada a criadora de todos os seres vivos. Além de deusa-mãe também cultuavam animais como o touro e o minotauro (animal mitológico), certas árvores sagradas e objetos, como a cruz. Nos cultos religiosos, matavam-se diversos animais em sacrifício oferecido aos deuses. Os cretenses acreditavam numa vida depois da morte e, por isso, enterravam os mortes com objetos pessoais e alimentos, antigos considerados necessários, para o bem-estar da pessoa na outra vida.
    Paternon.



    Viagem Ao Centro da Terra !

    Viajar faz parte do aprendizado histórico, afinal, conhecer novas culturas e novas realidades é fundamental para a nossa formação, além de abrir nossas mentes para o outro e o novo !  Mas apesar dessa vontade de viajar das pessoas, uma viagem, em especial, nós ainda não podemos fazer: aquela que nos levaria ao Centro da Terra !
    Apesar do que Júlio Verne escreveu em sua obra de ficção, "Viagem o Centro da Terra",   1864, promover tal façanha está muito longe de nossas atuais capacidades técnicas ! Afinal, as forças envolvidas em tal empreendimento seriam muito maiores do que aquelas que estamos acostumados a lidar em nosso cotidiano.

    Para se ter um idéia disso, deixo um pequeno vídeo do Discovery Channel, em espanhol, que mostra, em um infográfico, como seria essa viagem .... Para os amantes da ficção, como eu, ou para aqueles que não conheciam como é o centro de seu planeta, acho que vale uma olhada !!!

    segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

    Somos Livres Para Crer

     
    Olá caros amigos ! Como vocês devem ter percebido, o seu velho e cansado professor de história ficou algum tempo sem postar nada aqui em nosso Blog ! Na verdade isso ocorreu por dois motivos básicos. O primeiro, estava preparando as avaliações, que vocês tanto adoram, do quarto bimestre. O Segundo, estou muito atarefado, e também cansado, com o final do ano letivo, afinal, fechar toda a burocracia deste período não é fácil !!!!!

    Mas deixando as desculpas de lado, gostaria hoje de propor uma discussão sobre um tema bastante polêmico: A Liberdade de CRER ! Sei, por experiência própria, que todas as vezes que trato deste tema ele acaba por se tornar “explosivo”, mas penso que ser livre para poder escolher seu caminho religioso, mesmo que esta escolha seja pela não religião, é importante para criarmos uma sociedade saudável, e que fique longe dos fanatismos que aparecem a todo momento no mundo como um todo !
    É neste sentido que gostaria de propor a leitura de um texto interessante sobre o tema. Este tem como título, “Pela liberdade de crer”, e como subtítulo, “Do ponto de vista filosófico e democrático, a liberdade de crença - e de crítica a crença - deve ser assegurada de forma ampla e total”. Apesar de ser um texto “longo”, principalmente para os padrões atuais de leituras na internet, penso que ele pode esclarecer um pouco mais a questão do “Monopólio Religioso” que algumas culturas, e religiões, tentam fazer.
    Espero que vocês gostem da leitura e, se quiserem, podem deixar seus comentários sobre o tema para podermos realizar uma boa discussão aqui no nosso Blog!

    sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

    Reaplicação do Exame Enem 2010 e Informações SISU

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o gabarito oficial das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) reaplicadas no último dia 15 de dezembro. Veja abaixo a prova e o gabarito oficial.
     
    Segunda aplicação do Exame - Quarta-Feira - 15/12
    Caderno
    Cor
    Prova com gabarito
    1
    Azul
    Prova Enem 2010 primeiro dia - Azul Gabarito
    2
    Amarelo
    Prova Enem 2010 primeiro dia - Amarela Gabarito
    3
    Branco
    Prova Enem 2010 primeiro dia - Branca Gabarito
    4
    Rosa
    Prova Enem 2010 primeiro dia - Rosa Gabarito
    Segunda aplicação do Exame (somente presídios) - Quinta-Feira - 16/12
    Caderno
    Cor
    Prova com gabarito
    5
    Amarelo
    Prova Enem 2010 segundo dia - Amarela Gabarito
    6
    Cinza
    Prova Enem 2010 segundo dia - Cinza Gabarito
    7
    Azul
    Prova Enem 2010 segundo dia - Azul Gabarito
    8
    Rosa
    Prova Enem 2010 segundo dia - Rosa Gabarito


    Os gabaritos das provas aplicadas no dia 16 de dezembro para presidiários também estão disponíveis.
    Mais de 9,5 mil participantes foram convidados para refazer a prova, em 17 estados da federação: Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Ceará, Sergipe, Piauí, Pernambuco, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Sul, Pará, Tocantins, Goiás, São Paulo e Amazonas. Outros 35 estudantes foram inseridos por força de liminar. A abstenção registrada foi pouco superior a 50%.
    A prova aplicada no dia 6 de novembro não será considerada para o cálculo da nota final se o participante convocado tiver comparecido. Caso contrário, vale a nota das provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias feitas em novembro.
    Todos os resultados do Enem 2010 serão divulgados na primeira quinzena de janeiro próximo.


    terça-feira, 21 de dezembro de 2010

    Filme - A Queda


    Sinopse:O polêmico filme, dirigido por Oliver Hirschbiegel, se centra nos últimos doze dias da vida de Adolf Hitler. Bruno Ganz interpretou com grande realismo um Hitler envelhecido e doente poucos dias antes do seu suicídio no bunker da antiga diplomacia do 3º Reich em Berlim. A história se desenvolve entre 20 de abril (dia do aniversário de 56 anos de Hitler) e 2 de maio de 1945 (dois dias após seu suicídio) e faz contraste entre a batalha final por Berlim e o que aconteceu nos fundos do imponente edifício em ruínas da
    Reichskanzlei. Junto a Bruno Ganz atuam Alexandra Maria Lara (secretária pessoal de Hitler), Ulrich Matthes e Corinna Harfouch (o ministro de Propaganda Joseph Goebbels e sua esposa) e Juliane Koehler (Eva Braun). O filme causou polêmica antes da estréia. É a primeira aproximação do cinema alemão, depois da Segunda Guerra Mundial, desta obscura figura de sua história recente. Muitos críticos alemães questionavam se deveria se mostrar um Hitler humano, com medos e problemas, e não apenas o monstro com energia criminosa que representou para a história da Europa na primeira metade do século 20.


    Gênero:Drama
    Ano de Lançamento: 2004
    Qualidade: DvdRip
    Formato: Rmvb
    Idioma: Português
    Tamanho: 508 Mb
    Duração: 135min

    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

    Unesp Vestibular 2011 - 2º Fase - 2º Dia 20/12


    A Universidade Estadual Paulista (Unesp) divulgou a prova de linguagens e códigos aplicada nesta segunda-feira (20), último dia da segunda fase do vestibular. O exame reuniu 12 questões discursivas.
    saiba mais
    O índice de abstenção foi de 7,9%, o equivalente a 2.503 candidatos. No total, 29.096 estudantes fizeram as provas nesta segunda-feira.
    O maior número de ausentes foi registrado em Curitiba (19%), seguido por Brasília (18,9%) e Belo Horizonte (18,1%). 
    Neste processo seletivo, serão oferecidas 6.484 vagas para as 155 opções de cursos disponíveis no vestibular e distribuídos em 28 unidades localizadas em 19 cidades de todas as regiões paulistas.
    O resultado sai em 3 fevereiro no site da Unesp e da Fundação Vunesp.

    O que você quer de sua vida ?!

     
    E o Fim chegou ! Não, sem previsões catastróficas, afinal “profetas do apocalipse” já são muitos neste mundo ! Na verdade esse fim é de mais um ciclo. Nós humanos necessitamos de marcos para a vida, pois se não, parece que não vivemos verdadeiramente. No fundo, é um pouco deste papel que a história assume, o de mostrar que vivemos !

    Mas voltando ao fim, quero dizer que mais um ano chega ao seu término, e em nosso caso, mais um ano letivo ! Por isso, quero aproveitar esse momento onde as pessoas estão mais emotivas, afinal vivemos o FINAL do ano, e que por isso mesmo elas passam a revisar o que fizeram em sua história neste mesmo ano que termina, para propor mais um tema para a reflexão: O que você quer de sua vida ?!?
    Eu sei, durante muitas vezes em sua curta existência você já ouviu esta pergunta, quando não do velho e cansado professor de história, ouviu-a de seus pais, que quando a fazem, lhe parecem muito chatos ! Eu sei também que esta pergunta lhe parece um pouco sem sentido, afinal você ainda é muito jovem e o futuro ainda lhe é muito distante ! Mas, mesmo sabendo disso, posso lhe afirmar que a história, principalmente a das pessoas “comuns” e de seus cotidianos, mostra que são sempre aqueles que vivem o presente, mas que planejam o futuro, que acabam tendo uma vida um tanto mais Feliz, e não é esse o principal motivo de nosso viver, buscar a felicidade ?!
    Por isso pense o seguinte: Vivemos em um país que desde sua formação a preocupação com a educação foi, para dizer o mínimo, quase nula. Nossa sociedade criou um conceito, amplamente difundido para vocês jovens, que diz que “estudar é chato”, que não leva a lugar nenhum, e que “ser esperto”, levando vantagem em tudo é que é a melhor forma de viver ! Esse é um dos pontos que explica os motivos que levam o Brasil sempre a se posicionar nas últimas posições, em estatísticas mundiais, quando o assunto é educação.
    Esse pouco interesse pela educação demonstrado pela nossa sociedade pode ser visto, por exemplo, em nossa recente pesquisa aqui no Blog, onde foi perguntado sobre o quanto você estudou neste ano de 2010, e a resposta vencedora, com 42% dos votos, foi que neste ano “Você fingiu bem” ! E para agravar mais ainda a situação, 10% responderam algo como: “Estudar, o que é isso ?”, somando assim 52% que admitem não ter se preocupado com os estudos neste ano ! Só para completar a informação da pesquisa, 33% disseram que “Estudaram” e somente míseros 10% afirmaram que “Estudaram Muito” !
    Veja, 52% jogaram parte de sua vida pela janela, pois acordaram cedo, foram para a escola todos os dias, ficaram “presentes” nas aulas por mais ou menos 1000 horas, e não aproveitaram essa oportunidade para crescer ! Muitos neste ponto vão dizer que não havia o que aproveitar nas aulas, afinal, elas não tratam daquilo que é importante para você ! Pode até ser, mas você também vai aprender, infelizmente como se diz “às duras penas”, que nem tudo o que é importante para você, é para toda a sociedade, e vice-versa. É por isso que cabe aqui um pensamento para ser feito durante nossas tão merecidas férias: Será que atitude com relação a minha formação está sendo a melhor ? Será que quando chegar a hora de deixar de “querer” e passar a “viver” a vida essa atitude de hoje, de pouco interesse em aprender e de me formar bem, vai me ajudar ou dificultar na minha eterna busca pela FELICIDADE ?!? Pense nisso, e que todos tenham umas boas férias !!!!!

    domingo, 19 de dezembro de 2010

    Unesp Vestibular 2011 - 2º Fase - 1º Dia 19/12

    clique na imagem para ampliar
    Neste domingo, foram convocados 31.599 candidatos: destes, 6,9% (2.193) não compareceram.
    A prova de hoje tinha 24 questões discursivas, sendo 12 de ciências humanas (história, geografia e filosofia) e 12 de ciências da natureza e matemática (biologia, física, química e matemática). Amanhã, os candidatos respondem 12 perguntas discursivas do núcleo linguagens e códigos (língua portuguesa e literatura, língua inglesa, educação física e arte) e fazem uma redação.
    Segundo a Vunesp, não haverá divulgação do padrão de respostas esperadas. O resultado final está previsto para 3 fevereiro de 2011.

    Primeira fase

    A primeira fase foi realizada em 14 de novembro e registrou índice de abstenção de 8,9%: 7.121 dos 80.310 inscritos não compareceram ao exame. São oferecidas 6.484 vagas.

    Confira o gabarito da 2º Fase:

    Prova de Conhecimentos Específicos - Ciências Humanas
    Prova de Conhecimentos Específicos - Ciências da Natureza e Matemática 

    Confira a correção da  2º  Fase:

    1º Dia 19/12
    Conhecimentos Específicos
    01  02  03  04  
    05  06  07  08  
    09  10  11  12  
    13  14  15  16  
    17  18  19 20  
    21 22  23  24

    A prova foi composta por 90 questões objetivas, divididas em três áreas: 30 de linguagens e códigos, 30 de ciências da natureza e matemática e 30 de ciências humanas.

    Concorrência

    Medicina é o curso mais concorrido do vestibular 2011 da Unesp, com 128,9 candidatos por vaga. Em seguida aparecem as seguintes graduações: direito com 50,2 c/v, arquitetura e urbanismo com 40 c/v, engenharia civil com 35,2 c/v e engenharia de produção mecânica com 33,9 c/v.


    A maior procura ocorre nas carreiras de biológicas, com média de 16,5 c/v. Exatas aparece a seguir, com 12,2 c/v e   humanidades têm média de 9,7 c/v.
    Outras informações podem ser obtidas no manual do candidato ou pelo site da Vunesp.

    sábado, 18 de dezembro de 2010

    15 Dicas Para Se Dar Bem Na Segunda Fase Da Unesp

    Saiba o que comer, vestir e levar para a prova deste domingo (19/12) e segunda-feira (20/12)

    A segunda fase do vestibular 2011 da Universidade Estadual Paulista (Unesp) será no próximo domingo (19) e segunda-feira (20). Cerca de 31,5 mil candidatos vão concorrer a 6.484 vagas em mais de 150 cursos distribuídos entre 28 campi da universidade. Os candidatos poderão consultar o local onde farão a prova no site da Unesp.

    Entre os cursos oferecidos estão Medicina, o mais concorrido da primeira fase do vestibular este ano, com 128,9 candidatos por vaga, Direito, o segundo curso mais concorrido, com 50,2 candidato/vaga, e Arquitetura e Urbanismo, o terceiro com a maior relação candidato/vaga (40).
    Agora que você já se dedicou ao estudos durante o ano todo, é hora de diminuir o ritmo e se preparar para fazer uma boa prova. Já pensou no que comer no sábado? Ou se a previsão é de chuva no dia da prova? Pois é, essas coisas, que não se aprendem na escola ou no cursinho, são essenciais para garantir uma boa prova.

    Na véspera da prova
    • Separe o material que vai levar para o vestibular. A Unesp pede que o candidato leve um documento de identidade, uma caneta esferográfica (azul ou preta), lápis nº 2, borracha, apontador e uma régua transparente. Separe dois itens, para evitar contratempos.
    • Não coma nada que não está acostumado, nunca se sabe se pode dar alergia ou indigestão. Também nada de abusar nas frituras e comidas muito gordurosas.
    • Tente conhecer o local onde fará a prova um dia antes do vestibular, para não correr o risco de se perder e chegar atrasado para fazer a prova.
    • Planeje como vai para a prova. Se for de ônibus, saiba exatamente qual pegar. Caso vá de carro, lembre-se de verificar se haverão ruas fechadas e se tem lugar para estacionar no local da prova.
    • Durma cedo! Nada de balada ou papo com os amigos na internet até altas horas da noite.
    No dia da prova
    • Acorde cedo. Para isso coloque o celular, o despertador, o pai, a mãe e o papagaio para te despertar.
    • Nada de abusar no café-da-manhã ou no almoço. Fuja também das gorduras e frituras. Uma massa com molho de tomate e uma carne leve, como frango, são uma boa pedida.
    • Verifique se pegou todo o material. Não se esqueça de deixar em casa o celular ou qualquer outro equipamento de telecomunicação ou eletrônico. A Unesp proíbe o uso de qualquer aparelho desse tipo durante a prova.
    • Não esqueça de levar um pequeno lanche, alimentos leves, como água, uma barra de cereais, frutas. Chocolate é bom também para repor as energias.
    • Dê uma conferida na previsão de tempo! Você não vai querer passar quatro horas dentro de uma sala num dia de muito sol com calça e blusa de lã, não é mesmo? Também não vai ser fácil ir de regata e bermuda e passar frio durante todo o exame.
    • Aproveite para conferir se vai chover. Se for percorrer algum trecho a pé da sua casa até o local do exame, fique atento. Não vai querer chegar ensopado. E você pode calcular como estará o trânsito. Quando chove, tudo fica mais lerdo: carro, ônibus, metrô.
    • Saia de casa cedo! Nada pior do que se preparar por um ano ou mais para uma prova e, no grande dia, você não fazê-la porque bateu com a cara na porta! A Unesp recomenda que o estudante chegue com pelo menos uma hora de antecedência antes do fechamento dos portões, ou seja, até às 13h. Os portões dos locais de prova serão fechados às 14h (início da prova).

    Como é o vestibular
    • A prova da segunda fase da Unesp 2011 será aplicada em dois dias, domingo (19/12) e segunda-feira (20/12). A prova é composta de 36 questões discursivas e uma redação. No primeiro dia, o candidato fará 24 questões, sendo 12 de Ciências Humanas e 12 de Ciências da Natureza e Matemática. No segundo dia, a prova terá 12 questões de Linguagens e Códigos e Redação.

    • A prova começará às 14h e terá quatro horas e meia de duração. A Unesp informa que os candidatos só poderão sair do local de exame após decorridas duas horas e quinze minutos do início da prova.

    • A Unesp utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para compor seu resultado final. Quem fez o exame em 2009 ou 2010 terá até 10% de sua nota final preenchida pela prova do Enem. A lista final dos aprovados no processo seletivo 2011 da universidade será divulgada em 3 de fevereiro de 2011.

    sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

    Atualidades 73 - A Vida Após A Bactéria

    Bactéria faz crescer busca por vida fora da Terra, cientistas identificam o 1º ser vivo capaz de incorporar arsênico ao seu DNA, abrindo a possibilidade de haver vida em planetas ricos nesse elemento

    A descoberta de que uma bactéria pode incorporar arsênico ao seu DNA aumenta a possibilidade de encontrar novas formas de vida na Terra e até fora dela, revelaram ontem cientistas americanos. O achado é extraordinário porque apresenta uma alternativa a um dos elementos químicos considerados essenciais para a vida.
    O grupo desses elementos essenciais tem seis componentes: carbono, hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, fósforo e enxofre. São eles que formam o DNA, as proteínas e os lipídeos.
    É a primeira vez que se descobre um ser capaz não só de se alimentar de um elemento fora desse grupo – no caso, o arsênico, tóxico para a maioria das formas de vida conhecidas -, como de incorporá-lo diretamente ao seu DNA.
    “Esse organismo tem uma dupla capacidade: pode crescer tanto com fósforo como com arsênico”, explicou um dos autores do estudo, Paul Davies, da Universidade Estadual do Arizona. “Isso faz dele um organismo muito peculiar, embora ele não chegue a ser uma forma de vida verdadeiramente extraterrestre.”
    Como a pesquisa foi feita em parceria com a Nasa, a agência espacial do país, correu nesta semana o boato de que o artigo, publicado na revista Science, anunciaria a descoberta de vida fora da Terra. Também patrocinaram esse estudo os Institutos Nacionais de Saúde e o Departamento de Energia dos Estados Unidos.
    Em outros planetas. Mas o achado também é importante na busca por vida alienígena, porque orienta os cientistas a procurar por seres vivos também em astros ricos em arsênico.
    “Isso mostra que, em outros ambientes planetários, organismos seriam capazes de usar outros elementos”, afirmou Charles Cockell, professor do Instituto de Pesquisas Espaciais e Planetárias da Open University, na Grã-Bretanha, que não participou da pesquisa.
    A bactéria, da família Halomonadaceae, encontrada no Lago Mono, no norte da Califórnia, cresce melhor com fósforo, um elemento quimicamente similar ao arsênico. Mas por esse lago ser extremamente salgado e rico em arsênico – não há peixes vivendo nele, por exemplo -, os pesquisadores, liderados por Felisa Wolfe-Simon, do Instituto de Astrobiologia da Nasa, tiveram a ideia de expor esse micro-organismo a concentrações cada vez maiores desse elemento.
    Como resultado, a bactéria conseguiu se adaptar, trocando o fósforo pelo arsênico, e continuou a se desenvolver.
    “Ela cresceu, prosperou, e foi impressionante. Nada deveria ter crescido”, afirmou Felisa, em entrevista coletiva. “Nós sabemos que alguns micróbios podem “respirar” arsênico, mas o que descobrimos é um micróbio fazendo algo novo: construindo partes de si mesmo a partir de arsênico”, completou Davies.
    “O arsênico é tóxico principalmente porque seu comportamento químico é muito parecido com o do fósforo”, explicou outro autor do estudo, Ariel Anbar, também professor da Universidade Estadual do Arizona. “Como resultado, os organismos têm trabalho para distinguir esses dois elementos. Mas o arsênico é suficientemente diferente para não funcionar tão bem quanto o fósforo, então ele normalmente emperra nossa máquina bioquímica.”
    Exemplo inédito. Jamie Foster, professora-assistente de microbiologia da Universidade da Flórida, que não faz parte do grupo de pesquisadores, explicou que a ideia de que o arsênico poderia ser um substituto para o fósforo não é nova, mas que nunca havia sido identificado um ser vivo que conseguisse fazer essa troca e sobreviver.
    O arsênico foi um elemento bem mais comum quando a Terra era mais jovem, disse a especialista. Portanto, especulava-se que as primeiras formas de vida no planeta teriam feito uso dele.

    quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

    Sugestão de Leitura - Dom Quixote De La Mancha – Miguel De Cervantes

    Como estamos leitores assíduos, Dom Quixote é um dos grandes clássicos da literatura mundial, a par de outros como Guerra e Paz (Tolstoi), Irmãos Karamazov (Dosotievski), A Montanha Mágica (Thomas Mann), Em Busca do Tempo Perdido (Proust), Moby Dick (Melville) e Ulissess (Joyce).
    Em comum com todos esses livros, o facto de, num grande livro, fruto de trabalho do escritor durante muitos anos, se concentrar, em forma de romance, toda uma vida de um escritor, as suas interpretações dessa mesma vida, da sociedade, e de todas as questões pertinentes com que se deparou, recorrendo muitas vezes ao relato de acontecimentos reais e auto-biograficos, ainda que ficcionados sob a forma de diversas personagens.
    Assim, Dom Quixote é muito mais que as descrições das aventuras de um cavaleiro louco e temerário. Além da riqueza literária em si, onde Cervantes experimenta vários estilos literários e de tal ele próprio nos dá conta ao longo do livro, o Dom Quixote (personagem) e o Sancho Pança (principalmente este último) são intensamente usadas para caricaturar vários tipos de personagens e comportamentos, sendo quase paradoxal verificarmos que Sancho Pança tanto interpreta um personagem ignorante e sem cultura, como um personagem cheio de sabedoria e com pensamentos e decisões muito sensatos.
    O livro está dividido em 2 partes, sendo sabido que a sgeunda parte foi escrita porque um outro escritor, aproveitando a primeira parte, continuou as aventuras do Dom Quixote, o que forçou Cervantes a escrever uma segunda parte, onde faz muitas referências a essa tentativa de plágio.
    A primeira parte caracteriza-se por existirem muitas pequenas histórias que se inter-ligam com as aventuras do cavaleiro, com a apoteose que todas elas se resolvem quase em simultâneo no final da primeira parte. Curiosamente, todas essas histórias independentes são, nem mais, nem menos, relatos auto-biográficos do próprio Cervantes, ficcionados soba forma de outros personagens.
    Na segunda parte, Cervantes dá mais ênfase ao Dom Quixote e principalmente ao Sancho Pança, onde assistimos ao "vestir" de diferentes facetas ao Sancho Pança, que até chega a desempenhar o cargo de governador com uma grande ponderação, além de outros conselhos sábios que foi dando a muita gente e ao próprio Dom Quixote, servindo-se muito de rifões (citações,sentenças) tendo sempre 2 ou 3 apropriadas para cada ocasião, facto que irritava muito o Dom Quixote.
    Os discursos e capacidade de argumentação do Dom Quixote e do Sancho Pança, ao longo de todo o romance, são de uma eficácia atroz, notando-se muito o uso de diálogos entre estes e outros personagens como forma do Cervantes fazer passar as suas ideias ou discuti-las, incidindo em todo o tipo de áreas, desde a literatura, a guerra, a sociedade, etc.
    Por isto tudo, é um livro indispensável, não obstante as suas 900 páginas. O facto de estar dividido em pequenos capítulos de 3 ou 4 páginas, torna-o mais fácil de digerir, uma vez que se pode facilmente parar e retomá-lo noutra altura, nem que seja apenas para ler mais um capítulo.
    Download

    quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

    Nova Prova Do Enem Foi Aplicada Sem Falhas, Segundo Estudantes

    Abstenção foi superior a 50% dos 9.500 convidados, segundo Inep.
    Nível de dificuldade do exame dividiu opiniões.

    Jessica Farage, que fez novo Enem
    Jessica Farage, que fez o novo Enem em Curitiba
    (Foto: Vanessa Fajardo/G1)
    A nova prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi aplicada sem falhas e sem erros de impressão nesta quarta-feira (15), segundo estudantes de Curitiba e de Belo Horizonte. As questões de ciências da natureza e ciências humanas tiveram de ser reaplicadas por problemas de impressão na prova amarela do dia 6 de novembro.
    A abstenção foi superior a 50% dos 9.500 estudantes convidados para fazer a prova devido a problemas de impressão na prova amarela de 6 de novembro. Entre aqueles que fizeram a prova nesta quarta-feira, 35 conseguiram liminares para participar do exame, segundo o Inep.
    As opiniões sobre o nível de dificuldade do Enem se dividiram entre estudantes de Curitiba. Parte achou que a prova estava mais fácil do que a aplicada em 6 de novembro. Outros consideraram o exame mais difícil.
    “Achei a prova desta quarta mais fácil do que a primeira, mas também desta vez estou mais calma. Antes estava muito ansiosa. Fui bem melhor desta vez”, disse Jéssica Farage, de 18 anos. A jovem vai usar o Enem para disputar uma vaga no curso de medicina.
    Para Helena Ghisoni, de 18 anos, que mora em Santa Catarina e viajou 8 horas para participar do Enem nesta quarta, o exame estava mais difícil, porém sem problemas de impressão identificados no caderno amarelo. “Não fui bem, para mim ter refeito a prova não ajudou em nada. Apesar de trazer enunciados mais curtos, a prova estava mais difícil, principalmente na parte de história.”
    Janaína Vieira dos Santos, de 21 anos, também reclamou do nível de dificuldade das questões de história. “Foi mais difícil que a anterior, mas espero ter ido melhor porque da primeira vez só consegui responder 25 questões devido aos problemas de impressão”, afirmou.
    Jonathan Gomes, de 19 anos, disse que se sentiu mais tranquilo nesta quarta-feira. “Valeu a pena ter refeito a avaliação. A prova foi mais fácil do que a primeira e fui bem melhor”, disse o estudante.
    Belo Horizonte
    Em Belo Horizonte, a estudante Jéssica Danielle Silva, de 16 anos, que presta vestibular para os cursos de artes visuais e design de ambiente, disse que as provas do Enem desta quarta-feira estavam mais difíceis.
    Thaís Lorena Aparecida Gonçalves, que fez o Enem em Belo Horizonte
    Thaís Lorena Aparecida Gonçalves participou do
    Enem em Belo Horizonte (Foto: Alex Araújo/G1 MG)

    “Achei as questões mais elaboradas e, consequentemente, mais cansativas. Me senti prejudicada de ter que refazer. Além disso, também tive prejuízo moral e financeiro”, disse, referindo-se ao dinheiro extra que foi gasto com passagens de ônibus e lanche.
    Thaís Lorena Aparecida Gonçalves, de 19 anos, também reclamou do nível das questões. A jovem, que tenta uma vaga no curso de biomedicina, considerou as provas estavam mais difíceis. De acordo com Thaís, as perguntas de história estavam mais complicadas.
    Luana Késia de Faria, de 17 anos, reclamou que as questões das provas estavam mal-elaboradas, e mais desgastantes. Ela fez vestibular para o curso de engenharia ambiental.
    Gabarito
    O gabarito oficial da prova será divulgado na terça-feira (21), às 18h, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

    terça-feira, 14 de dezembro de 2010

    Repetir De Ano !!!

    Olá caros amigos ! Como vocês devem ter percebido, o seu velho e cansado professor de história ficou algum tempo sem postar nada aqui em nosso Blog ! Na verdade isso ocorreu por dois motivos básicos. O primeiro, o blog estva passando por avaliações. O Segundo, estou muito atarefado, e também cansado, com o final do ano letivo, afinal, fechar toda a burocracia deste período não é fácil !!!!!

    Mas deixando as desculpas de lado, o fim do ano chegou !!!!! Mas para alguns, aquilo que deveria ser alegria passa a ser um tormento, pois você REPETIU de ANO !!!!!! Mas afinal, será que isso é o fim do mundo ?

    Esse fato, aparentemente negativo, pode servir de “aprendizado”, então, acabar por ser algo positivo !, Por isso, não se desespere ! Isso não é o FIM do MUNDO, afinal, nem chegamos ainda em 2012 !! Brincadeirinha só para relaxar !!!! Para que você possa refletir sobre esse evento, vou deixar aqui um texto que trata do assunto .... Espero que possa lhe ajudar !!

    Repetência é uma situação difícil para pais e filhos

    Aluno sente vergonha por repetir de ano



    Estamos na reta final do ano letivo e muitos pais devem ter chegado à conclusão de que seus filhos não irão para a próxima série. Se já estão esgotadas as possibilidades de recuperar o conteúdo pedagógico do ano e as notas, é hora de pensar nos erros para evitar repeti-los no futuro.
    Para os pais, a repetência é um assunto delicado porque muitas vezes envolve dinheiro, quer dizer, um investimento que aparentemente não teve rendimento ou aproveitamento. E na visão de alguns, é um sinal que algo não está bem na família e refletiu no rendimento escolar do filho.
    Para o aluno que já percebeu que não irá acompanhar a turma no próximo ano também é um momento complicado, que traz à tona sentimentos como vergonha por não ter conseguido alcançar o que a maioria de seus amigos conquistou.

    Como lidar com a repetência

    Mãe conversando com filha
    Neste momento, tente se aproximar da criança ou do adolescente e seja justo, levando em consideração o motivo da repetência; nem sempre não atingir as metas é culpa exclusiva do aluno.
    A repetência não deve ser encarada como o fim do mundo porque para alguns alunos é uma oportunidade de amadurecer tanto emocionalmente como pedagogicamente. Também pode ser uma oportunidade para os pais perceberem a necessidade de outros tipos de ajuda.
    Um diagnóstico feito por uma psicóloga ou psicopedagoga pode verificar se há algo de errado no processo de aprendizagem, por exemplo.
    Não tenha medo ou receio de procurar ajuda, muitas vezes as respostas e soluções estão bem abaixo de nossos olhos. O processo de aprendizagem envolve muitos fatores e muitos aspectos devem ser levados em consideração, como a vida escolar, a relação familiar, a alimentação e a saúde.

    Como evitar a repetência

    Acompanhe a vida escolar de seu filho

    Procure acompanhar os problemas escolares ao longo do ano e não só no fim, quando muitas vezes já não há chances de recuperação.
    Durante o ano, o aluno deve ser incentivado a buscar alternativas para evitar a reprovação, como procurar seus professores, demonstrando preocupação por não estar entendendo o conteúdo, tirar dúvidas, dedicar mais tempo aos estudos e dialogar com os pais sobre suas dificuldades escolares.
    A escola deve sempre repensar suas atitudes e mudar, quando preciso. No caso de um aluno que não conseguiu melhorar suas notas nem seu rendimento escolar, é preciso observar se a escola buscou alternativas para diagnosticar e ajudar este aluno durante o ano. É sempre indicado à escola informar aos pais o rendimento escolar de seu filho, para que juntos possam colaborar com o aprendizado da criança ou adolescente.

    Dificuldades de aprendizagem

    Não confunda com desatenção em sala de aula ou estilo da criança.

    Criança: Dificuldades de aprendizagem
    Fim de ano chegando e uma das grandes dificuldades encontrada pelos pais é a questão da mudança de escola. Será que a criança vai se adaptar à escola e sua metodologia de ensino? Será que vai encontrar dificuldades de aprendizagem?

    O início da vida escolar da criança

    Estimule a criança ao estudoO passo fundamental é que os pais estejam seguros de suas escolhas, pois assim agirão com tranqüilidade no decorrer do processo de adaptação das crianças na escola, passando segurança para elas. Criança bem adaptada tem menos chance de ter dificuldades de aprendizagem.
    Nos primeiros contatos com a escola a criança pode se mostrar temerosa, hesitante e se queixar bastante por estar saindo do "seu mundo conhecido". Neste momento, a família deve conversar com a criança, dar-lhes carinho e passar a certeza de que esta escolha foi a melhor opção para todos. 
    A escola eleita, com certeza, corresponde a muitas das expectativas e valores da família e, por isso, a orientação que recebem da coordenação do colégio deve ser seguida com serenidade e determinação. A família e os professores são responsáveis na transmissão das relações interpessoais, sociais e culturais e para isso ocorra é preciso levar a criança a pensar e a mostrar o que conhece. Tal comportamento certamente se refletirá na constituição da criança como pessoa e em suas possibilidades de absorver o que lhe ensinam, sem demonstrar dificuldades de aprendizagem. Caso ocorra algum desvio nesta transmissão a criança poderá ficar inibida diante de seu pensamento, o que, na maioria das vezes, poderá trazer problemas.

    Um problema atual e bem comum nas conversas entre pais e professores tem sido as denominações: "déficit de aprendizagem" ou "dificuldades de aprendizagem" que são utilizadas para identificar um grau de dificuldade maior em relação à capacidade para aprender e dominar capacidades relacionadas com o domínio da escrita, leitura e cálculo.
    É necessário que pais e escolas atenham-se para ao fato de que as origens dessas dificuldades de aprendizagem possam estar relacionadas também às dificuldades no processo de ensino, isto é, metodologias inadequadas, denominadas dificuldades de ordem reativa.
    Há que se cuidar para que o estilo de aprendizagem da criança não seja interpretado como um déficit de aprendizagem. Esta visão procura analisar e compreender as dificuldades não apenas pelas caracterizações dos distúrbios de aprendizagem, mas a partir do estilo próprio da criança que em parte pode explicar o modo de se relacionar com os conteúdos que são requeridos para a aprendizagem escolar. Portanto um olhar direcionado por parte da escola é fundamental para buscar compreender as questões da criança em todo o processo de aprendizagem.
    A união e o consenso entre a família e a escola é que resultarão no sucesso da integração da criança à vida escolar e permitirá a todos rever suas crenças, valores e significados do que é aprender e ensinar, afinal, já dizia Paulo Freire: "Escola é lugar de gente feliz".

    segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

    Uma Declaração, Um Sonho !


    Dia, 10 de dezembro, foi comemorada em todo o mundo a promulgação da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas, em 1948.

    Declaração esta que tem como abertura de seu texto o 1º artigo que diz: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade”. Esta declaração é constituída de trinta artigos, precedidos de um prólogo, e foi criada com base nas ideias Iluminista, apresentando-se como um documento que deveria conter um “ideal de sociedade” que deveria ser seguido por toda a humanidade !
    Mas como sabemos, infelizmente, estamos longe de conseguir chegar ao menos perto deste “espírito de fraternidade” entre os homens, proposto pela declaração, principalmente quando estes homens estão posicionados em nações diferentes, com interesses divergentes. Mas mesmo assim, não quero aqui deixar uma visão pessimista dos fatos, pois eles nem sempre são tão duros quanto parecem à primeira vista. Pois se, ainda, não conseguimos colocar em prática muito do que gostaríamos deste documento, ao menos a declaração existe ! É isso, se somos capazes de pensar em liberdade, igualdade e fraternidade entre os homens, chegando ao ponto de colocar estas ideais em um documento assinado por várias nações, é possível que, em um futuro, também possamos vivenciar tais pensamentos, pois afinal, para que algo possa ser criado, é necessário que antes seja sonhado por alguém !
    Para pensar: Hoje, apesar dos problemas vivenciados, você não tem mais que se curvar quando seu senhor, escolhido por Deus ao nascer, passa em sua frente ! Afinal, “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”.


    Cartilha de direitos humanos por Ziraldo

     Foi lançada pelo Ministério da Educação e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) em Brasília; a cartilha Direitos Humanos, feita pelo cartunista Ziraldo. O lançamento foi prestigiado por dezenas de estudantes de escolas públicas do Distrito Federal, e o mesmo foi realizado em comemoração aos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A cartilha, com 36 páginas, terá tiragem inicial de 40 mil exemplares e será voltada para o público infanto-juvenil, sendo distribuída nas Escolas do país. Nela, o Menino Maluquinho mostra aos jovens os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos de forma, simples, direta e divertida.

    Clique aqui para conferir a cartilha.

    Liberdade, Igualdade e Fraternidade !



    “Eu gostaria, e este será o último e o mais ardente de meus desejos, eu gostaria que o último dos reis fosse enforcado com as tripas do último dos padres”

    Essa frase atribuída ao padre francês Jean Meslier poderia encerrar tudo o que tem que ser dito sobre a Revolução Francesa ! Lendo-a fica claro o motivo do lema da Revolução ser o da “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, é isso exatamente o que esse ato aparentemente tão “selvagem”, de enforcar reis com tripas de padres, poderia proporcionar. Mas como sabemos, uma coisa são as palavras, outra, bem diferente, são os atos !
    Há exatamente 221 anos, em 1789, um povo faminto, oprimido, cansado das restrições e do imobilismo do rei Luis XVI, e “incitado/guiado” por outros não tão famintos, se revolta e inicia um dos mais famosos movimentos de toda a nossa história. Ele começa com a procura por armas para enfrentar o rei. Essa leva a multidão até a Bastilha, que naquele momento havia se tornado em uma prisão para os “opositores” do rei e em um depósito de munição, onde, não depois de muitas mortes, essa multidão tem acesso ao que queria.
    A Tomada da Bastilha simboliza o fim do Antigo Regime, aquele onde o rei, durante a modernidade, tinha o poder “absoluto”. Apoiados pela esmagadora maioria do exército francês, os revolucionários assumiram o controle de Paris e a partir daí dos arredores, forçando o rei Luis XVI a aceitar um governo constitucional. Em 1792 a monarquia foi abolida.

    Aliás, também é em 1792 que a ala mais radical liderada por Robespierre, Danton e Marat assume o poder. A partir de então começa a fase da Revolução chamada de “Fase do Terror”, onde as ordens dos líderes eram para matar qualquer oposicionista do novo governo. Muitos integrantes da nobreza e outros da oposição foram condenados a morte na Guilhotina em praça pública. Entre estes estavam o próprio rei Luis XVI e sua esposa Maria Antonieta, que foram guilhotinados em 1793. A violência e a radicalização política são as marcas desta época. Também a Igreja Católica não vai sair impune, pois os seus bens foram confiscados durante o processo revolucionário.

    A Revolução ainda vai se desenrolar por um bom tempo, alguns gostam de dizer que ela “termina” com a tomada do poder por Napoleão Bonaparte em 1799. Mas apesar das datas, que servem mais como marcos históricos, o mais importante foi que esta revolução deixou um legado profundo para a nossa história. Isso porque significou o fim do sistema absolutista e dos privilégios da nobreza, além de garantir a ascensão da burguesia ao poder. Mas muito mais do que isso, essa Revolução produziu a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, onde o primeiro artigo diz: “Os homens nascem e são livres e iguais em direitos” ! Mas, apesar da “bela escrita”, como sabemos, uma coisa são as palavras, outra, bem diferente, são os atos !

    E viva a Revolução !!!!!